• AGCom

SETEMBRO AZUL: Um mês de visibilidade da comunidade surda brasileira


Por Hendrew Rodrigues


O mês de setembro é marcado por diversos eventos e campanhas de conscientização. Comumente, pode ser lembrado pelo dia da Amazônia ou da Árvore, até mesmo pela campanha Setembro Amarelo, mas o que poucas pessoas conhecem é o Setembro Azul. Este mês é também bastante significativo para a comunidade surda do Brasil.


O setembro azul surgiu a partir da luta da Comunidade Surda por seus direitos de inclusão nas escolas, no trabalho entre outros setores. A luta ganhou bastante força através de uma vitória importante, ocorrida em junho de 2009, com o parecer n°13/2009, do Conselho Nacional de Educação, que tornou obrigatória a matrícula de alunos com necessidades especiais.


Por que o azul?


O azul como símbolo da Comunidade Surda pode ser entendido como uma volta por cima, na história da humanidade. Pois, durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas colocavam faixas azuis nos braços das pessoas com alguma deficiência para identificá-las como seres inferiores, inclusive os surdos eram obrigados a usá-las. Com o passar dos anos, o azul tornou-se um símbolo para demonstrar a opressão enfrentada pelos surdos e também o orgulho da comunidade surda.


Para a estudante surda, Karla Teixeira, 26, o setembro azul é motivo de orgulho e precisa ser mais divulgado pela mídia, “o setembro azul é uma forma de conscientizar a sociedade da importância da inclusão e acesso dos surdos em vários setores sociais, além de que é necessário que esse mês seja mais divulgado pela mídia para que outros surdos se juntem a causa e as pessoas possam ter maiores conhecimentos em relação a nossa comunidade para poder se livrar dos preconceitos”.


Apesar de pouco divulgada pelos veículos de comunicação ou não conhecido pela sociedade em geral, o mês traz diversas celebrações como Congresso Nacional de Libras, homenagens para grandes personalidades que trouxeram mais visibilidade aos surdos e reforço à luta por seus direitos no Brasil.


Em alusão ao Setembro Azul, o curso de Letras Libras da Universidade Federal do Amapá estará realizando o 3° Setembro da visibilidade do Surdo durante os dias 22 a 26 de setembro, inscreva-se no canal e participe.

0 comentário