• Ana Beatriz Peres

ARRECADAÇÃO DE RAÇÃO E RECURSOS FINANCEIROS PARA ANIMAIS RESGATADOS NA RUA COMEÇA NESTE SÁBADO

Atualizado: 28 de out.

Campanha Patinha Solidária ocorrerá em praças públicas para colaborar especialmente nos tratamentos veterinários dos animais idosos e deficientes da ONG Salvação.


Por Ana Beatriz Peres

Foto: Flávia Coimbra


A ONG Salvação(https://www.instagram.com/ongsalvacao/), em parceria com os acadêmicos do curso de Jornalismo da UNIFAP, desenvolveu a campanha “Patinha Solidária” que acontece neste sábado (28), na Praça Pet, no bairro Marco Zero às 16h. O objetivo da ação é arrecadar ração e valor monetário para manter o abrigo onde os animais ficam instalados. É preciso arcar com os custos de higiene, alimentação e cuidados veterinários.



Vídeo: Ana Beatriz Peres


A ONG Salvação foi fundada em 2010 por Adriano Pinheiro, que iniciou seu trabalho voluntário resgatando animais abandonados e vítimas de maus-tratos das ruas de Macapá e Santana. Coopera no trabalho da ONG, atualmente, Adriano e Alexia Amanajás. A equipe realiza o resgate e o cuidado de animais com recursos e trabalhos voluntários. A organização começou com 21 animais e, atualmente, já são cerca de 40 cachorros e 30 gatos. As atividades diárias da ONG são, a manutenção do espaço, alimentação e cuidados veterinários de todos os animais.



Foto: Ana Beatriz Peres


“Sempre foi difícil manter o abrigo só com as doações dos voluntários, então muito investimento teve que sair do nosso bolso”, conta Adriano. “Depois da pandemia as coisas só pioraram, pois, as doações pararam de chegar e muitos voluntários abandonaram a ONG”, acrescenta.


Os custos mensais com alimentação, higiene e veterinário são altos e a ONG não conta com nenhum tipo de incentivo governamental ou parcerias financeiras. Todos os custos são arcados com ajuda de doações, bazares, venda de rifas e investimentos do responsável da ONG e dos voluntários.


São gastos mensalmente cerca de R$ 2.000,00, com aproximadamente 18 sacas de ração. Além disso, infelizmente, a ONG não está conseguindo cumprir com as contas na clínica veterinária parceira, pois aumenta a necessidade de tratamento em alguns animais.


Quando resgatados pela organização, os animais são em sua maioria de idade avançada, deficientes e vítimas de maus-tratos. “A maioria das pessoas preferem adotar filhotes, mas nossa organização tem muitos animais idosos, então dificilmente alguém se interessa”, conta Adriano.



Foto: Ana Beatriz Peres


Esses animais são protegidos por lei, mas mesmo assim muitas pessoas ainda insistem em maltratá-los, por conta da falta de fiscalização e de execução das leis de forma eficaz. A Lei de Crimes Ambientais assegura que sejam multados e detidos de 3 meses a 1 ano. Além disso, em 2020, a Lei 14.064 mudou a pena de maus-tratos a cães e gatos de 2 a 5 anos de prisão.


Foto: Ana Beatriz Peres


Denúncias podem ser feitas através da Delegacia Virtual ou do disk-denúncia da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), (96) 98148-7378, onde poderão ser anexados fotos e vídeos dos casos de maus-tratos.


A ONG Salvação tem o papel fundamental de salvar esses animais indefesos que são abandonados de maneira cruel. Para continuar a realizar o trabalho de resgate e os cuidados dos animais idosos e deficientes é muito urgente a arrecadação de recursos financeiros e dos alimentos. Participe da nossa Campanha.


O primeiro dia de campanha ocorrerá no dia 28 de maio, na Praça Pet, localizado no bairro Marco Zero, próximo ao Céu das Artes – Zona Sul, às 16h. O segundo e último dia de evento acontecerá no dia 4 de junho, na orla do Santa Inês no mesmo horário. Doações de sacas de ração, matérias de limpeza e higiene podem ser feitas no ponto de coleta localizado na Avenida Almirante Barroso, 1585 – Centro. Doações monetárias podem ser efetuadas através do pix (96) 99906-4588.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo