• AGCom

ARTE, EMPREENDEDORISMO, LUTA E PROTAGONISMO FEMININO


Foto de arquivo pessoal


Em sua sexta edição, a Feirinha das Manas ocorre no dia Internacional da Mulher, 8 de março


Por Bárbara Ribeiro


No dia 08 de março (domingo) de 2020, ocorre na Praça Floriano Peixoto, a partir das 15h, a Feirinha das Manas. Um projeto cultural que tem como objetivo promover o empreendedorismo e protagonismo feminino, através de vendas e atrações culturais (música, poesia, dança), num espaço público, preferencialmente ocupado por mulheres. Isto porque, a posição de negociantes e artistas durante a feira é justamente para dar vez e voz a elas numa sociedade em que geralmente, nesses setores, tem homens à frente.


A programação do evento dispõe de contação de histórias com Lu de Oliveira, venda de comidinhas e artesanatos, brechó de roupas, plantinhas, sebo de livros, adoção responsável com Gateiros Tucujus, muita música com Ana, Alan Yared, Amélia Lunar e outras atrações.


A Feirinha das Manas celebra o dia Internacional da Mulher e também intensifica a luta feminista. Por isso, nesta edição faz parceria com a Marcha das Mulheres #6M, #8M, #14M, #18M que são lutas e atos pela democracia.


#6M e #8M levam às ruas centrais de Macapá a Marcha das Mulheres - Manas na Luta Contra Bolsonaro, Machismo, Feminicídio e a Violência Obstétrica – com a exibição de cartazes, reivindicações, faixas, rostos pintados e gritos de ordem. A concentração ocorrerá no dia 06 de março (sexta-feira), na Praça Veiga Cabral, com saída marcada para 16h. #14M reivindica Dois anos de luta por Justiça no caso do assassinato de Marielle e Anderson. #18M é a greve nacional da Educação e dos Serviços Públicos.


Segundo Paola Meirelles, uma das coordenadoras do projeto Feirinha das Manas, “desde a 2ª edição do evento abrimos para a comunidade em geral participar, tanto é que estamos indo para nossa 6ª edição com um pouco mais de 140 vendedoras (es), mas continuamos prezando pela concepção original de dar prioridade às mulheres”. Não significa que o público masculino não possa prestigiar e participar do evento. É muito importante o respeito e o apoio às pautas. A luta das mulheres é contra a violência, o assédio. É um dever das pessoas, homens e mulheres, estarem juntos nesta luta por uma sociedade mais justa e digna para todxs.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo