top of page
  • Foto do escritorAGCom

“Quando compareci ao primeiro treino, não faltei mais”, conta Alessandra Guedes sobre o Clube Universitário do Amapá

Atualizado: 26 de jan.

Desde 2017, o projeto proporciona que acadêmicos pratique handebol mesmo depois de formados.



Por Francisco Pinheiro

Edição: Marcelo Beijamim

Clube Universitário do Amapá
Treinamento no Clube Universitário. Foto: Winicius Tavares.

A participação de alunos em projetos e competições esportivas no ambiente acadêmico costuma ser algo natural a partir da entrada no ensino superior. Porém, muitos acabam deixando de praticar determinada modalidade por falta de espaço após a formação. O Clube Universitário do Amapá surge com o propósito de treinar esses atletas e aqueles que buscam aprender sobre o handebol.


Ao longo dos anos, o número de adeptos na modalidade vem crescendo no país. Um dos fatores que justifica esse aumento é o ambiente acadêmico por conta das participações em campeonatos, entre eles os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), principal campeonato esportivo universitário.


Essa participação acaba provocando o interesse na modalidade e a participação de novos adeptos. É o caso da jovem atleta Alessandra Guedes. “Criei essa paixão inexplicável pela modalidade e não cogito largar nunca mais. Quando compareci ao primeiro treino, não faltei mais em nenhum. Sou muito grata ao Clube e, principalmente, ao meu técnico Simon Barreto que nunca me abandonou nessa jornada”, afirma Alessandra.


Ouça ao lado o depoimento de Alessandra sobre o Clube Universitário.


Segundo um dos fundadores, atual treinador e presidente do Clube Universitário, Simon Barreto, o objetivo da criação do clube foi justamente para promover o esporte. “A essência do Clube Universitário é promover o handebol. Nosso foco principal é trazer adeptos e ensinar a modalidade que amamos tanto", conta.


Criado em 2017, o Clube Universitário disputou e conquistou diversas medalhas em campeonatos, entre eles, o primeiro lugar na Copa Jamaica de 2017 e no Campeonato Amapaense de Handebol 2018, além de vice em 2019 e terceiro lugar em 2022 do mesmo campeonato.


Relembre como foi a final do Campeonato Amapaense de Handebol 2019, quando o Clube Universitário foi vice-campeão:


Incentivo


O Clube Universitário também desenvolve projetos de iniciação ao handebol, que ocorre todos os domingos, para treinamento das atléticas que participam dos Jogos Inter Atléticas do Amapá (JOIA). Há também os jogos treinos que são realizados quatro vezes por semana na Escola Estadual Tiradentes.


“Nossos ideais sempre foram voltados para a formação com princípios e valores. Seguimos fazendo nosso trabalho com verdade, honra e disciplina”, afirma Simon Barreto.


Um dos valores é o lema levado nos uniformes e que virou marca do projeto: “Ad astra per aspera”, que podendo ser traduzido por: “Aos astros pelos caminhos ásperos”, sendo uma base forte da filosofia clubeana. Esse lema significa a importância do esporte, como ele transforma, como ensina a valorizar o trabalho e o respeito.


Se você se interessou pelo handebol ou ficou curioso para saber mais do projeto, pode acompanhar o Clube Universitário no site ou acessar as redes sociais do grupo.


 

Relacionada











*Reportagem produzida na disciplina de Webjornalismo ministrada pelo professor Alan Milhomem.







0 comentário

Comments


bottom of page