top of page
  • Foto do escritorAGCom

Projeto ‘Visão de Águia’ promove saúde e bem-estar para jovens de Macapá

Atualizado: 29 de mar.

Iniciativa estimula a prática de futebol e vôlei em áreas periféricas dos bairros Congós e Marabaixo.


Por Andrey Araújo e Eduardo Oliveira


Treino físico da turma de iniciação ao voleibol. Foto por: Arquivo VSA.


Fundado em novembro de 2018, o projeto Visão de Águia atende jovens e adultos de áreas periféricas em Macapá por meio do estímulo a práticas esportivas. Atualmente, com polos nos bairros Congós e Marabaixo, a iniciativa visa acolher e ajudar jovens em situação de vulnerabilidade e dar a eles uma oportunidade de melhoria de vida.


O projeto iniciou no bairro Congós, zona sul de Macapá, com o intuito de ensinar futebol e valores do esporte a jovens carentes. Com o crescente interesse dos alunos no projeto, um novo local de treino foi inaugurado em 2019, na Praça do Marabaixo 3. No ano de 2021, foi adicionado o vôlei ao catálogo de esportes do projeto com treinos concentrados na Praça do Marabaixo 1.


Alunos do Visão de Águia após aula de futebol. Foto por: Arquivo VSA.


De acordo com Gêneses Neves, professor e coordenador do projeto,o foco principal não é a formação de atletas e, sim, dar oportunidade para crianças, adolescentes e jovens e tentar resgatá-los de uma situação de vulnerabilidade social. O ‘Visão de Águia’ mostra novos caminhos, assim eles não buscam outros meios, como a criminalidade e o uso de drogas e bebidas alcoólicas.


Projetos como este, além de ajudar e acolher pessoas, têm o importante papel de ser uma segunda família para esses jovens, pois promovem trabalho em equipe, inclusão social e diversos outros valores que incentivam o desenvolvimento pessoal. “O sentimento que eu tenho pelo projeto é a mais pura gratidão, de tantos aprendizados e pessoas maravilhosas que eu conheci lá”, diz Lívia Bezerra, de 19 anos, e aluna do Visão de Águia.


Atualmente, a iniciativa atende cerca de 200 alunos na faixa etária dos 9 aos 23 anos. As aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, as turmas e os horários são definidos de acordo com a idade e gênero dos alunos. Para participar deve ser feita a matrícula antecipadamente pelos pais ou responsáveis, as aulas são gratuitas. Além de vôlei e futebol, o projeto também pretende oferecer aulas de basquete.



0 comentário

Comments


bottom of page