top of page
  • Foto do escritorAGCom

"O basquete é união", diz participante de projeto social da Polícia Militar

Iniciativa atende cerca de 120 crianças e adolescentes da região periférica de Macapá.


Por Angley Pantoja e Mônica Costa

Ginásio da Polícia Militar recebe crianças e adolescentes para aulas de basquete gratuitas. Foto: Mônica Costa

Patenteado há mais de nove anos pela Polícia Militar, o projeto social Novo Basquete Amapá (NBA) ensina basquete a meninos e meninas entre 7 a 17 anos de idade. O projeto foi criado com o objetivo de reduzir os índices de criminalidade do estado através da inclusão no esporte. Até o momento, mais de cinco mil crianças já passaram pelas quadras do NBA.


Adquirir hábitos esportivos tem se mostrado de suma importância para a vida dos seres humanos, de todas as faixas etárias e classes sociais. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2017), o sedentarismo afeta 62% da população brasileira com 15 anos ou mais. O mesmo relatório aponta que 18,9% dos brasileiros estão com sobrepeso, o que acarreta em diversos problemas de saúde.


Além da saúde, o esporte também proporciona a inclusão social, sobretudo, para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, favorecendo oportunidades e, consequentemente, diminuindo os índices de criminalidade. Segundo um levantamento feito em 2021 pelo Portal G1, o Amapá está entre os estados que mais apresentaram mortes violentas em comparação com o ano de 2022. A alta no Amapá vai na contramão dos dados nacionais que registraram queda de 7%, em contrapartida, seguiu a tendência da Região Norte.


Basquete transforma

Aquecimento para o jogo. Foto: Angley Pantoja

Cinco contra cinco, uma bola e muita agilidade. É essa a experiência de quem presencia uma partida de basquete. A energia do jogo ultrapassa as quadras principalmente aos olhos vibrantes e inquietos do público durante cada arremesso.


Considerado por muitos como um esporte de elite, o basquete é um dos esportes olímpicos mais relevantes da atualidade. A NBA é a sigla de National Basketball Association, uma liga profissional de basquete dos Estados Unidos e Canadá, mas no Amapá essa sigla tem outro significado. O Novo Basquete Amapá é um projeto social que ensina crianças e adolescentes de 7 a 17 anos a conhecerem mais sobre o esporte.


Criado em 2015, em alusão aos jogos escolares da Escola Estadual Drº Alexandre Vaz Tavares, o grupo ganhou notoriedade como “AVT”, mas alguns anos depois, pôde contar com o apoio da PM, que viu neles a possibilidade de ir além. Desde 2017, o projeto atua no Ginásio Desportivo da Polícia Militar, na zona sul de Macapá.


Tamom Erbert tem apenas 11 anos e, em menos de um ano de projeto, já conquistou medalhas no basquete. Ele e sua equipe ganharam o sub-13 estadual. “Eu tive que trabalhar muito com meus amigos. O basquete é união, a gente tem que se ajudar. Tudo isso foi muito gratificante pra mim. Espero ter uma carreira no basquete e espero que todos aqui também tenham”, afirma com alegria o atleta.


De acordo com o técnico, Saulo Cavalcante, o projeto tem rendido frutos positivos. Ele conta que alguns alunos já cursaram faculdade e outros tiveram a oportunidade de estudar e/ou morar na Irlanda através do esporte. “A gente tenta dar um reforço escolar, eu sou professor de matemática e tem outros pais professores aqui também [...] Se você olhar ao redor, o estado é vulnerável, falta tudo na cidade [...] e aqui é um espaço de oportunidades”, diz.


As inscrições ocorrem de acordo com o calendário da Diretoria de Ação Social e Cidadania da Polícia Militar do Amapá (DASC - PMAP). Os treinos acontecem segunda, quarta e sexta-feira, entre 16h às 19h, de acordo com a faixa etária dos atletas.


Divisão dos treinos

7 - 9 anos - 16h às 17h

10 - 14 anos - 17h às 18h

15 - 17 anos - 18h às 19h

0 comentário

Коментари


bottom of page