top of page
  • Foto do escritorAnne Karoline

Campanha PODJovem Juventude Sangue Bom incentiva a doação de sangue no Amapá

Jovens representam 37% das doações no Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap).


Por: Anne Karoline


Ajudar a manter em dia o estoque de sangue do Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), além de incentivar o aumento do índice de jovens doadores, foi o que motivou amapaenses a realizarem a campanha PODJovem Juventude Sangue Bom. A iniciativa ocorre desde 2019 e já mobilizou mais de dois mil jovens a doarem sangue.


Um gesto simples, de solidariedade e que salva muitas vidas. A última ação, realizada no fim de março, contou 82 voluntários e 52 doações, que poderão beneficiar até 208 pessoas. Entre os sensibilizados, está a Irlane Paixão, 24 anos, que foi doar sangue pela primeira vez.


Irlane Paixão doou sangue pela 1ª vez, motivada pela campanha Juventude Sangue Bom. Foto: André Valente

“Conheci o PODJovem e vi que estavam fazendo a campanha, vi a importância de doar sangue e então fui doar. Foi a minha primeira doação e eu estou muito feliz por poder ajudar alguém com o meu sangue. As pessoas precisam de sangue e não é algo que você compra, você depende da solidariedade das pessoas”, disse a jovem.


Com uma população estimada de 877.613 pessoas, segundo o IBGE, o Amapá possui, cadastrados no Hemoap, apenas 89 mil doadores. De acordo com dados divulgados pelo hemocentro, no site oficial do Governo do Amapá, o número de doadores de sangue em 2021 foi de, aproximadamente, 14 mil, quando o ideal seria de 20 mil doadores, por ano. Desse quantitativo, 37% é referente ao público jovem. Por esse motivo, a necessidade de ampliar o número de doadores.


O cofundador do PODJovem e coordenador da campanha, Pedro Filé, explica as estratégias adotadas para incentivar as doações entre os jovens. “Realizamos ações de conscientização e sensibilização para a doação de sangue nas ruas e nas escolas, mostrando ao jovem como se preparar para doar, pois percebemos que muitos não doam sangue por medo, falta de conhecimento e por não estarem dentro do perfil doador. Com a campanha, estamos conseguindo mudar esse cenário e o jovem além de doar, leva outras pessoas”, detalha o cofundador.


Pedro Filé, cofundador do PODJovem, em entrevista sobre a campanha de doação de sangue. Foto: André Valente

Outro resultado positivo da campanha, de acordo com a organização, é que muitos jovens, após participarem da ação, tornam-se doadores assíduos. Como por exemplo, o Jefferson Pimentel, que participa desde a 1ª edição. “Já doei sangue outras vezes, participo todas as edições e convido também os jovens a participarem com a gente, serem doadores contínuos e fazer esse gesto de amor”, afirmou Pimentel.


Jefferson Pimentel participa desde a 1ª campanha e tornou-se doador assíduo. Foto: André Valente

As doações são destinadas para pacientes em tratamento de câncer, doenças hematológicas (anemias e coagulopatias), hemorragias durante o parto, vítimas de queimaduras, acidentes graves com hemorragia, pacientes que fazem hemodiálise e cirurgias.


Jovens incentivam a doação de sangue com a campanha PodJovem Juventude Sangue Bom. Foto: André Valente

Para doar sangue, basta dirirge-se ao Hemoap, localizadp na Av. Raimundo Álvares da Costa, 1093 - Central, Macapá - AP, 68900-074, de segunda à sexta-feira, no horário de 7h30 às 12h.


0 comentário

Komentarze


bottom of page